Léa Ferro ~ Arpoador: Contos e Poesias
"A noite é o silêncio que cala o olhar dos amantes!" Léa Ferro 1994
Capa Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
- Deus e o Homem.
 
A morte nos deixa a um passo da eternidade
A vida nos enlouquece.
 
O céu e o inferno são iguais
Há julgados e julgadores
Criação e os tais criadores.
 
O céu é o limite
O inferno é o mesmo céu
Que nos limita
Sufoca-nos
Aprisiona-nos.
 
O inferno é o céu da terra dos homens de Deus.
 
A morte nos transporta
Nos liberta
Faz-nos respirar
E beber um gole de vida.
 
O céu e o inferno são iguais
Moram no mesmo lugar
Ocupam o mesmo espaço
Brigam pela mesma utopia.
 
Ambos moram dentro de nós!
 
Caminhamos pelo céu
Vagamos pelo inferno
E não nos prendemos a lugar algum.
 
Somos a criatura do criador
A loucura de tal inventor
O desprendimento do aprisionador.
 
Não existem algemas que possam podar
A existência sob o inferno da terra
E o caminhar do caminhador.
 
Viver
É ousar o que ninguém jamais inventou.
Morrer
É acreditar que a vida existe além da dor.


Léa Ferro


 
Léa Ferro
Enviado por Léa Ferro em 13/06/2015
Alterado em 13/06/2015
Copyright © 2015. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Contos & Poesias
"A mais que a lua seja bela / serás sempre a bela lua!"
Léa Ferro 1994
Arpoador é um site de literatura independente. Se você quiser contribuir financeiramente, realize uma doação em qualquer valor. Obrigada e boa leitura!