Léa Ferro ~ Arpoador: Contos e Poesias
"A noite é o silêncio que cala o olhar dos amantes!" Léa Ferro 1994
Capa Meu Diário Textos E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Contato Links
Soneto de Sargaço olhar:
(für meine Mutter)
                                                                      Léa Ferro

 
Na chuva que despenca sem piedade
Vejo teus olhos: - amargo-rude-triste
Nos olhos há o morar de uma saudade
Sargaços no pesar que te existe...
 
Na chuva que sustenta o acinzentado
Não há sol, nem jasmim, nem pertinência...
A chuva que te faz em desbotado
Te conta só as verdades em ausência.
 
Na chuva que retarda a tua certeza
Teus sonhos apressados ficam loucos
E revela-se em ti, a oculta tristeza...
 
...Na chuva que diz: - que tudo é pouco.
Agora que teu mundo é de incertezas
A vida em desamor é só um soco.


2008
Léa Ferro
Enviado por Léa Ferro em 21/06/2017
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Contos & Poesias
"A mais que a lua seja bela / serás sempre a bela lua!"
Léa Ferro 1994
Arpoador é um site de literatura independente. Se você quiser contribuir financeiramente, realize uma doação em qualquer valor. Obrigada e boa leitura!